Contato:

CONTATO: vereadorajanaina@gmail.com - 99776041

segunda-feira, 3 de março de 2014

JANAINA FURTADO VEREADORA: VAMOS AJUDAR O SAULO

Saulo Pessoa Oliveira, 24 anos
Esse é o Jovem Saulo Pessoa Oliveira, 24 anos, morador da cidade de Tarauacá no Acre, filho de família pobre, ensino médio completo, ex-integrante de uma igreja evangélica e que há 8 anos sofre com distúrbios mentais. Quem o conheceu afirma que sempre foi um jovem sereno, inteligente a amável. Há vários anos e diariamente, o jovem Saulo perambula pelas ruas pelas ruas de Tarauacá, visivelmente transtornado. Atualmente, ele já apresenta um quadro de gravidade, com perda de peso, feridas no corpo, machucadora nos olhos, dentes cariados e surtos de violência. O rapaz alterna momentos de lucidez e de transtornos. Conhece a gente e conversa tranquilamente. Disse que precisa de ajuda para fazer seus tratamentos psiquiátricos.

Dona Maria Nazaré, Antonio Costa e Janaina 
Saulo vive com o pai Antônio Costa, onde recebe também os cuidados de sua vó, numa pequena casinha localizada no Bairro da Cohab. Sua mãe vive em Rio Branco. Saulo vai a sua casa apenas para comer alguma coisa, trocar de roupa, dormir um pouco e retornar para as ruas do município. É difícil não se indignar com a situação em que vive o rapaz.

Antonio Costa e Janaina
Nesse domingo de carnaval fiz uma visita à residência de Saulo e conversarmos com sus familiares. Encontrei Antônio Costa numa situação muito delicada, sofrendo de Hipertensão, Ácido Úrico e Diabetes forte o que já lhe está causando cegueira e os deixando praticamente inválido. Sentado numa cadeira de balanço, Antônio enche os olhos de água ao falar do filho e das dificuldades de cuidar do mesmo. Segundo Antônio Costa o drama da família começou quando Saulo contraiu uma DST (gonorreia) e pensava que estava com AIDS. “Daí ele ficou transtornado achando que estava com AIDS, pensando que ai morrer e até hoje ele vive assim”, disse o pai. Ainda de acordo com o pai o menino já saiu de Tarauacá cerca de 12 vezes para o OSMAC – Hospital de Saúde Mental do Acre. “Quando ele toma os remédios até que dá uma melhorada, mas, quando volta para Tarauacá, não tem acompanhamento médico e nem de nós da família por não termos condições. Aí ele piora”, afirmou o pai.

Uma parte do medicamento de Saulo chega de Rio Branco, outra a família precisa comprar e não tem dado resultados. O pai não pode mais trabalhar e está a espera de uma pensão do INSS. Saulo já teve vários surtos violentos chegando a bater de pau no próprio pai a ponto de quebrar-lhe os dentes. “Vivemos um verdadeiro drama quando ele está pelas ruas e isso acontece todos os dias. Ficamos acordados até a hora dele chegar em casa. Temos medo que ele possa agredir alguém pela rua e ser assassinado por uma pessoa que não conhece seu problema”, disse Dona Maria Nazaré, sua avó.

Outro problema citado pela sua família é que o jovem começou um processo bater no próprio rosto o que já está o deixando com problemas de visão por conta de bater nos próprios olhos. 

A família pede ajuda para internação de Saulo num centro de recuperação para doentes com os transtornos do rapaz.

Firmei um compromisso com a família em buscar apoio onde for preciso para ajudar no tratamento de Saulo. 

JANAINA FURTADO

Nenhum comentário:

Postar um comentário